ONU lança planos de aula sobre os direitos das meninas e mulheres

A ONU Mulheres elaborou um currículo e seis planos de aula, financiados pela União Europeia, para conscientizar professores e professoras, meninos e meninas sobre o direito das mulheres e meninas a uma vida livre de violências. O conteúdo está disponível para download gratuito.

Com o objetivo de contribuir para o ensino do tema no Ensino Médio, esse material serve de alerta para prevenir a violência decorrente do machismo. Afinal, espaços como escolas e universidades são fundamentais na formação do caráter humano.

O currículo aborda, por exemplo, o conceito de masculinidades, visando promover masculinidades positivas e desconstruir comportamentos machistas. Você pode ver mais sobre este conceito em um texto que publiquei aqui, chamado A máscara que os meninos usam.

Entre os temas que aparecem nos planos de aula, estão:

  • sexo, gênero e poder;
  • violências e suas interfaces;
  • estereótipos de gênero e esportes;
  • estereótipos de gênero, raça/etnia e mídia;
  • estereótipos de gênero, carreiras e profissões;
  • diferenças e desigualdades;
  • vulnerabilidades e prevenção.

Para baixar o conteúdo, clique nos títulos abaixo:

Inventário | Currículo |Plano de aula 1 | Plano de aula 2 | Plano de aula 3 | Plano de aula 4 | Plano de aula 5 | Plano de aula 6

A violência no ambiente escolar

Publicado neste mês, o relatório da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), sobre violência escolar e bullying, mostra que milhões de meninas e meninos sofrem com a violência no ambiente escolar.

Vemos bastante isso sendo retratado, por exemplo, nas obras de ficção. Recentemente, fiz uma resenha sobre Eleanor & Park, um livro que aborda tais assuntos de uma maneira muito sutil. E se na escola houvesse um trabalho como esse que a ONU Mulheres apresenta? Como a história seria se Eleanor tivesse recebido apoio na escola? Talvez, assim, ela não precisasse enfrentar o bullying, além da violência do padastro em casa. Talvez, a escola pudesse auxiliá-la de diversos modos. No entanto, esta história é ficção e já está escrita, assim como outras histórias que, ainda que sejam reais, também já estão registradas no passado. Mas, você, como uma educadora ou um educador, pode mudar a atual situação pela qual os jovens passam.

tumblr_mua1olmew51qe2mreo1_r1_500
Eleanor mora com sua mãe, seus irmãos mais novos e o padastro agressivo. Além de sofrer com a violência a que a mãe é subjugada, a menina também enfrenta bullying na escola. Mas, no meio disso tudo, há pessoas boas, como o Park, que a ajudam a superar.  

Há pouco tempo, comecei a ler Extraordinário, um livro de R.J Palacio, que tem tudo a ver com a problemática do bullying. Neste caso, contudo, não se trata de violência à menina ou à mulher, mas, sim, a um menino com uma deformidade no rosto. Aliás, o livro tem uma linguagem muito boa para crianças, muito por causa do narrador ser em primeira pessoa. Então parece mesmo que você está conversando com um menino que enfrenta preconceito e olhares estranhos dos adultos e dos colegas de classe. Se eu fosse professora, gostaria muito de passar um trabalho em sala de aula sobre Extraordinário. (Em breve, haverá resenha aqui também sobre esta história).

365da-wond
E vai estrear neste ano!

“Esses atos [de bullying] são impulsionados por dinâmicas de poder desiguais, que muitas vezes são reforçadas por normas e estereótipos de gênero, orientação sexual e demais fatores que contribuem para a marginalização — como pobreza, identidade étnica ou idioma”, afirma o documento da UNESCO sobre violência escolar e bullying.

Dia Laranja Pelo Fim da Violência

Esta quarta-feira, 25, foi o Dia Laranja Pelo Fim da Violência contra as Mulheres. O objetivo da data é engajar ativistas, governantes, gestores e agências das Nações Unidas a se mobilizar pela prevenção e eliminação da violência contra mulheres e meninas. Contribua também da forma como você pode para que o mundo seja mais justo para todas e todos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s